Infraestrutura

28/02/2014

Novo porte das escolas sai na próxima quarta-feira (5)

Na próxima quarta-feira (5) os Núcleos Regionais de Educação do Paraná estarão autorizados a chamarem funcionários para suprir as demandas identificadas na segunda rodada do porte das escolas. O processamento dos dados cadastrados pelos gestores das escolas termina na noite desta sexta-feira (28).

A segunda etapa de porte das escolas começou a ser processada na quarta-feira passada, no entanto devido ao grande volume de informações o sistema leva no mínimo dois dias para processamento. “São muitas informações e o sistema não processa tudo de uma vez. Mas, agora os Núcleos terão acesso aos portes de cada escola da rede e poderão fazer as contratações que já estão autorizadas”, disse Graziele Andriola, chefe do Grupo de Recursos Humanos Setorial da Secretaria.

O porte determina o número de funcionários, pedagogos e gestores de cada escola depois de finalizada as informações como número de matrículas. Esse processo acontece automaticamente, através do Sistema Estadual de Registro Escolar (Sere), alimentado com informações pelos próprios estabelecimentos de ensino.

“Caso a demanda não esteja atendendo as necessidades da escola, a direção da escola deve entrar em contato com o seu Núcleo Regional de Educação, que encaminhará a solicitação à central da SEED para avaliar cada situação e verificar a possibilidade de atendimento”, explicou Graziele.

Em 2014, atendendo a solicitações de diretores, a Secretaria da Educação começou a calcular o porte das escolas em dois momentos diferentes. O primeiro em 7 de fevereiro, antes do início das aulas e apenas com as matrículas efetivas até essa data, e o segundo começou em 26 de fevereiro, desta vez com todas as matrículas registradas, incluindo o ensino regular e as atividades de contraturno.

“Em anos anteriores o porte era rodado no final de fevereiro ou até mesmo em março, atrasando a disponibilização de servidores necessários para manter a escola” falou Graziele. A mudança é reflexo de sugestões e conversas com os diretores das escolas da rede estadual de educação, e um esforço para melhor atender as unidades.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.